Em Opinião

A diferença entre ser organizado e procrastinar

Foto: atravesdalinha Planner: Papier boutique

Uma das coisas que mais escuto na vida é: "você tem tanta agenda e deixa tudo pra ultima hora?" e achei que já estava na hora de filosofar sobre isso aqui no blog. Sim, eu tenho muitas agendas, eu sei exatamente quanto gastei no ultimo final de semana, sei o dia de vencimento de todas as minhas contas e quando tenho um trabalho gigantesco para entregar mas isso não me faz deixar de ser procrastinadora.
Um grande erro das pessoas é achar que ter uma agenda irá fazer sua vida mudar completamente, inclusive muitas lojas de planner vendem essa imagem mas isso é um engano gigantesco. Você não muda porque comprou algo novo, você muda porque quer mudar. Se você não tiver uma enorme força de vontade e achar um sentido naquilo, você não vai atras. E aqui entramos no que me faz procrastinar: a falta de sentido nas coisas.
Eu tenho um serio problema em questionar tudo e todos o tempo inteiro, isso me faz querer desistir da vida algumas vezes por semana. Oras, para que fazer o trabalho de calculo se amanhã posso morrer? Meu segundo problema é ter horror a palavra obrigação, eu posso amar fazer algo mas se isso se torna uma obrigação, me cansa, me dá preguiça. Certos dias me pego fazendo trabalhos chatos em vez de escrever o próximo post do blog simplesmente porque não quero fazer algo obrigada.
O que isso tem a ver contigo querido leitor? Bem, duas coisas: a primeira é conhecer a minha incrível tática de "procrastinação inteligente" e a segunda é te fazer refletir sobre todo esse mundo de organização que você provavelmente está entrando.
Minha tática é bem simples e útil: você precisa fazer um monte de coisas mas não quer fazer uma, faz a outra até criar coragem de fazer a mais chata. Eu sou da teoria que se você fizer algo que odeia e sentindo esse "ódio" vai sair uma grande desgraça, então se você não está afim, tente fazer outra tarefa, espairecer antes de tudo.
Meu segundo conselho é: se você conseguiu ser organizado o suficiente para planejar tudo mas mesmo assim se sente desmotivado e não consegue fazer suas coisas, você tem que pensar seriamente em como mudar isso. Primeiro se pergunte se o problema é psicologico ou se você está no curso/emprego errado. Essa historia de entender o que está errado na sua vida é algo que vale uns 5 textos, ganhei um pouco de experiencia quando larguei as duas faculdades e prometo voltar a falar do assunto aqui.
Não é normal você não ter prazer em viver e as vezes isso vai precisar de meses e até anos para melhorar mas o você precisa passar pela fase da aceitação. Bem, quem me vê aqui no blog pensa que todas as coisas minhas são corretas e lindas mas não é bem assim viu? A organização, os planners foram a MINHA alternativa para tentar arrumar o que estava errado (passos pequenos, um de cada vez) e pode ser a sua, como também pode não ser.
Conclusão:

  • Organização pode te ajudar na procrastinação mas não é sinônimo e nem consequência.
  • Planner nenhum vai mudar sua vida, se fosse não custaria 400 reais e sim 4 milhões.
  • Não tem problema algum você se planejar e no final se atrapalhar toda, isso acontece com frequência, imprevistos acontecem.

Ps: se você anda muito desmotivado, depressivo ou ansioso não deixe de buscar ajuda.



Textos relacionados

6 comentários:

  1. Amei teu texto, sério. E ainda por cima eu ri no final, pois achei graça no que disse do curto do planner, e super concordo com isso.
    Em vários pontos que tu falou eu estou de acordo. Eu sou uma pessoa organizada em tudo na vida, é algo que amo e que me dá prazer, quando não é organizado ou programado fico tensa e irritada, realmente eu gosto. Quando tu faz um planejamento, mesmo sendo alguém organizado, facilita sim, porém, quem não tem esse costume, não mudará em nada. Conheço muitas blogueiras que tem planner e cronogramas e nunca conseguem seguir, simplesmente por não conseguirem ser organizadas. A questão de fazer algo por obrigação, é exatamente como sou. E, as vezes, falo algo no blog, que não é lá um assunto que eu ame de paixão, aí se eu já não tenho muita paciência e preciso falar daquilo, me sinto irritada e tudo dá errado, nada sai da cabeça, então eu faço outras coisas, leio, assisto série, as vezes faço outros posts primeiros, e quando vejo que estou de boa faço aquela coisa.

    Beijos,
    Blog Gaby DahmerFanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahah muito eu Gabi. Fico bem irritada quando tenho que fazer algo que não quero.
      Deixa eu te confessar, a época em que mais atualizei o blog foi a época que não tinha nenhum tipo de controle, so sentava e escrevia quase todo dia. Agora perdi o costume e tenho que aprender de novo. A falta de pc tbm prejudicou.

      Excluir
  2. Acho que é bacana a gente pensar sempre que DISCIPLINA é importante. Só assim a gente acaba aceitando nossas obrigações. E não tem nada melhor do que a sensação de dever cumprido depois de terminar tudo o que tinha pra fazer não é mesmo? Além disso, viver na ansiedade de ter que fazer alguma coisa e não fazer por causa da procrastinação não vale a pena!

    Adorei o texto.
    Um beijo,
    Janainebagatini.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, adorei seu texto. E tenho conversado e refletido com alguns clientes sobre isso: procrastinar tem a ver com falta de sentido na vida ou naquela área da vida. Cheguei aqui pelo vídeo da Fernanda Fioratto. Estou entrando no mundo dos planners e já anotei seu blog nos Meus endereços favoritos kkkk
    Beijos e gratidão

    ResponderExcluir