Em comportamento

Pessoas, Newton e Férias


Queria saber qual o problema das férias, em uma semana toda sua rotina pode desandar. É engraçado que assim como o ano novo, nas férias falamos que faremos diversas coisas e quando ela termina só assistimos seriados mesmo. – Mas Bruna, por que está falando de Férias? – Porque acabei de terminar minhas duas semaninhas de férias na faculdade e nesse tempo pensei em três coisas.

Newton tinha razão
Na questão da física isso todo mundo já sabe mas e filosoficamente falando? O corpo em repouso tende a continuar em repouso, a lei da preguiça. Quanto menos coisas você faz, menos você quer fazer e vice-versa. Os meus dias mais produtivos são exatamente aqueles dias em que eu não tenho tempo pra nada. É naqueles dias de aula integral que eu consigo limpar o quarto, escrever no blog, ler e brincar com o cachorro. E é também naqueles dias de domingo em que eu não faço absolutamente nada, nem sequer um episódio consigo terminar.
Conclusão: preciso de dias corridos para não tender ao repouso

Lidar com pessoas é horrível
Eu não estou falando de pessoas conhecidas (até que algumas também são horríveis) mas sabe aquelas que você só convive por regra social? Ou aquelas que você nunca viu mas acha que tem direito de apontar dedo na sua cara porque ela está na internet? É, dessas que estou falando. Constantemente você vai ter que lidar com pessoas ignorantes, chatas, briguentas, mesquinhas ou barraqueiras e o máximo que você vai poder fazer é sorrir e acenar.
Conclusão: bloquear é a melhor função da internet

Gente ocupada não enche o saco
Preferi mudar aquele ditado porque pra mim fez mais sentido. O que mais tem na internet é gente que não faz nada e só sabe perturbar, porem, nessas ferias percebi um fenômeno muito pior (na minha opinião). Mulheres, dona de casa, que trocaram o programa da Sonia Abraão para fofocar sobre a vida de pessoas aleatórias. Sabe aquela sua vizinha que sabe de tudo da rua? Então, tem a "vizinha" da internet que sabe quem traiu quem, tem print da vida da pessoa e fica 24h no messenger trocando conversa fiada. Poucas coisas eu acho mais triste que alguém com 30/40 anos que não tem algo na vida para focar ou entrou naquele estagio de estagnação e não sabe mudar. Cuida da vida dos outros porque na dela não tem nada de novo, nada para olhar. 
Conclusão: deus me livre ter um companheiro que passa a maior parte do tempo no Facebook, fofocando.

Lembra que eu falei que nas férias eu não termino nada? Então, estou terminando esse texto agora que minha faculdade voltou haha. Agora vamos nos ocupar para não encher o saco e manter o blog atualizado né? 

O que vocês acham das férias?

Textos relacionados

0 comentários:

Postar um comentário