Em Outras historias

Skittles e M&Ms

Sentado imaginando o que iria fazer com tantas copias pra ler, um olho no celular e outro nas pessoas que passam por essa faculdade. Meninas normais, meninas bonitas, pessoas que não entendo como um cérebro tão pequeno conseguiu chegar a esse grau de educação. Uma cintura fina escondida em cabelos castanhos desfila em minha frente, com uns livros e um doce em mãos. Linda mas não deve passar de mais um menina comum. Queria saber quando iria passar algo realmente interessante por esses corredores de pessoas vazias, uma exposição de vidas corridas e problemáticas.
Com uns amigos, quase obrigado, fui ao mc donalds. Encontrei a tal cinturinha sentada com um mc cheddar e um livro de álgebra linear. Será que ela não sabe quão mal faz esse lanche? Como alguém pode gostar disso? É horrível. A julgar pelo livro, devo fazer algum tipo de exatas. Eu mal sei fazer a conta do meu troco em restaurantes. Apenas uma garota bonita em uma faculdade qualquer. Não é nada demais.
Uma pele branca, um batom vermelho, alguns bis. Essa moça será que tem bulimia? Como pode ser tão magra e comer tão ruim? Atolados em mais copias só queria saber o nome dela e ouvir se a voz dela é de acordo com tanta fofura em suas roupas. Suas saias floridas.. Deve ouvir Taylor Swift e chorar pelo ex. 
Fico um dias sem vê-la até que me passa uma ruiva de camisa do Megadeth e livro sobre zumbis.... Meu deus, é ela?!?!?! Como pode um ser mudar do nada e quebrar todas suas expectativas? Comprei um doce colorido que ela gosta. Puro açúcar, faz criança feliz igual ela me faz quando passa. Preciso confessar que me encantei por tantas surpresas que essa moça já me deu nesses corredores. Ouvi dizer que faz engenharia e que coleciona armas. Como posso agora perguntar o seu nome sem o medo de que ela faça minha testa de alva e exploda meus miolos?
Imagino que ela deve ser daquelas meninas que parecem inocentes mas que te matam em um filme de terror. Será que eu to sendo encantado pro demônio roubar minha alma? Que porra, to ficando louco por causa de uma paixão da faculdade.  Deveria terminar esses textos.
Parei na sorveteria só por ver ela, acho que estou me tornando um psicopata. Gastei meus últimos centavos em um sorvete, eu nem gosto disso, queria uma salada. Ela só come porcaria e usa uns óculos maneiros. Queria saber como pode um ser tão pequenino ter tanta personalidade. Pequenas belezas que ela talvez não perceba. 
Gostaria de dizer a ela que vi o ultimo filme do Batman e odiei mas acho que não seria uma forma boa de começar uma conversa. Eu não sei quem ela é, só sei o que a imagem dela me passa. Sei que a cintura dela é mais fina que a minha sanidade quando a vejo, sei que come mais açúcar em um dia do que eu como em um mês. Sei que brinca com os gatos e está sempre bonita, que gosta de coisas coloridas e atira todo final de semana. Dizem que só se sabe de uma pessoa, o que ela deixa mostrar. Será que é tão perfeita assim ou no fundo ela é só mais uma imagem bem criada que não vale de nada? Mas que graça teria a paixão se não fosse tão confusa e duvidosa assim?

- Texto com todos os personagens fictícios inspirado em uma @ do instagram.

Textos relacionados

0 comentários:

Postar um comentário