Cigarro de cereja

11:31


Não se preocupe, esse será o ultimo texto redirecionado a você, não terá mais que lidar com meus dramas em forma de palavras que um dia você amou.
Existe certas coisas na vida que você sabe mas não aceita, não quer processar. Ignora e finge que não viu. Vai engolindo, sem reparar os detalhes, sem querer perceber o significado só pra não ter que cair na real e se machucar. Ninguém quer sofrer, eu entendo. Essa é só uma forma de adiar a dor, útil por alguns instantes mas logo depois você já se autoflagela por ter se deixado enganar por tanto tempo.
Não existe mais café na Alemanha, não existe mais amor. E eu sempre soube disso, pelo menos nesse últimos meses eu já sabia. Tentava me consolar com meus pensamentos e meus planos pra eu e você. Mas não existe mais eu e você, se é que um dia existiu. Existe caios, henriques, weltons, brunos, depressões e Miami. 
Talvez seja essa liberdade que eu precise para continuar, me despedir de um foco impossível para que possa abrir os olhos para outros horizontes. Como disse para aquele ser único que mora na mesma redondeza que você: eu mudei, você mudou, não existe culpa, apenas aconteceu. Basta saber se alguém se o que foi, é importante o suficiente para fazer ficar.
Eu não sei se foi importante o suficiente, não sei onde está a linha que separa a ilusão da realidade, só sei que cansei de tentar. Uma hora a gente cansa, os socos em ponta de faca começam a doer e sangrar. Sem você, o vazio é maior. A visão do futuro está completamente embaçada e estou me segurando para não me descontrolar. Mas pela primeira vez, não dói mais. A dor se acostumou, é algo do meu ser, esta anestesiada. 
Não vejo a hora de voltar a ser aquela pessoa pela qual você tanto se apaixonou, um zumbi agindo de forma totalmente programada. Acordando, vivendo e dormindo simplesmente porque tinha e não porque queria. O prazer não existia. Alheio ao mundo e as suas próprias vontades, apenas aceitando o eterno estado de solidão. E sorrindo ao perceber que é suficiente por si só, que você ou qualquer outra pessoa em sua vida não passam de um tanto faz.
Adeus minha little pepper, as azeitonas nunca mais terão o mesmo sabor.

Textos relacionados

0 comentários